Mais que acessibilidade: valor (1); As necessidades dos Cuidadores Informais ... (2)

Mais que acessibilidade: valor (1); As necessidades dos Cuidadores Informais ... (2)

Marca:SCML
Referência:Campanha de Verão_PAC2
Disponibilidade:10
AutorCristina Vaz de Almeida e Leonor Anachoreta Matoso (1); Ana Romão, Andreia Pereira, Filomena Gerardo (2)
  • 7,50€

    -50%

  • 15,00€
  • IVA incluído à taxa legal
  • Promoção válida de 2019-06-01 a 2019-06-30.

(1)

Este livro reflete a importância da temática como valorização da pessoa com deficiência e das suas competências que vão para além da deficiência.
O projeto nasceu da intervenção ativa da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa neste domínio, nas suas várias vertentes biopsicossociais visando a qualidade, o bem-estar e o reconhecimento do valor da pessoa com deficiência e pela necessidade de se valorizarem pessoas com deficiência que se destacam pelas suas características pessoais, sociais, emocionais, físicas.
São apontamentos sobre as suas histórias de vida e o que têm de comum, que podem servir de exemplo a outras pessoas com deficiência, focando-se nos valores, resiliência, determinação, formas de superação e estratégias de coping usados para ultrapassar os obstáculos da vida. Acreditamos que o resultado foi muito positivo e por isso também partilhamos.
O livro teve a Coordenação de Cristina Vaz de Almeida, Diretora do Serviço de Gestão de Produtos de Apoio  (SGPA) da SCML e a Cocoordenação de Leonor Anachoreta Matoso (SGPA). 

(2)

Estudo na área do envelhecimento sobre as necessidades dos cuidadores informais, investigação que resulta de uma parceria entre a Santa Casa da Misericórdia e o Centro de Estudos Territoriais do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Inserida numa estratégia de inovação e qualificação das respostas sociais da Misericórdia de Lisboa, esta publicação pretende aprofundar o conhecimento da realidade social das pessoas idosas apoiadas pelos serviços da Santa Casa, bem como as dificuldades, necessidades e expectativas dos seus cuidadores. Analisando o modo como se articulam os cuidados formais e informais a pessoas idosas, o estudo oferece um contributo valioso para uma maior compreensão das funções e atividades dos cuidadores, assim como das implicações do papel social que desempenham, ao nível da sua vida quotidiana. Inclui uma sistematização da literatura nacional e estrangeira sobre a problemática dos cuidadores informais e dá a conhecer as políticas sociais e os serviços de apoio a idosos em Portugal. Contém ainda uma análise sociodemográfica dos cuidadores e das pessoas cuidadas, de forma aprofundada, e, porque o futuro deve ser pensado hoje, integra uma análise prospetiva das necessidades dos cuidadores informais.  

Escreva um comentário

Nota: O HTML não é traduzido!
    Mau           Bom